Tenho desenvolvido fobia social devido ao rubor facial excessivo. O que devo fazer?
Dra. Carolina Pardelinha
Dra. Carolina Pardelinha
Psicólogo
Vila Real
se o rubor facial excessivo for algum problema dermatológico que possa minimizar com um dermatologista óptimo mas se for só a questão do enfrentar as pessoas e uma certa vergonha social trata se facilmente com psicoterapia procure um bom psicólogo para o ajudar a enfrentar a vida social para que seja feliz e vá a todo o lado com segurança e felicidade pois se estiver bem consigo nada o impedirá muito menos um rubor de ir a todo o lado com segurança e confiança em si mesmo que penso ser o que falta e aumentar a sua auto estima e auto controle é essencial procure um bom psicólogo e tudo se resolverá facilmente e até lá vá enfrentando a vida com ou sem rubor nao se esconda vá para a rua e viva!

Prof. Inês Matos
Prof. Inês Matos
Psicólogo
Lisboa
Boa tarde. O rubor facial pode revelar alguma ansiedade em situações sociais e é importante tratar as suas causas para que isso não tenha demasiado impacto nas relações com os outros. Uma psicoterapia pode ajudar a trabalhar esses aspectos da sua personalidade e a diminuir e mesmo ver desaparecer a fobia social.Qualquer questão não hesite!

Concordo plenamente com as colegas que responderam acima. Ainda que a causa inicial possa dermatológica, a esta altura já teve ter desenvolvido alguma ansiedade social, uma vez que ruborizar lhe causa desconforto. Sugiro fortemente que procure ajuda de um psicólogo.

Dra. Ana Paula Ramalho
Dra. Ana Paula Ramalho
Psicólogo
Lisboa
Os dois sintomas de que fala, o rubor facial e a fobia social, são certamente indicadores de que algum desequilíbrio psíquico está neste momento presente.
Aconselharia procurar um psicólogo, para identificar a situação, e acredito que uma psicoterapia poderá ser uma boa ajuda.

O que deve fazer é psicoterapia de orientação analítica Para podercperceverco porquê dessa situação lhe acontecer

 Mentanalysis Coimbra
Mentanalysis Coimbra
Psicólogo
Coimbra
Boa tarde!
Antes de mais, talvez seja importante perceber se esse rubor facial tem causa e tratamento dermatológico.
Por outro lado, por vezes até mesmo as manifestações físicas tem uma génese psicossomática. Porque não recorre a uma psicoterapia? Esta última traz compreensão acerca da génese do problema, e fornece estratégias para lidar com o mesmo.
Assim, a nossa proposta consiste em procurar ajuda, junto a um psicoterapeuta credenciado, para avaliar esta questão.
Disponha!
Obrigada!
Desejamos que tudo lhe corra pelo melhor!

 Joana Machado Claro
Joana Machado Claro
Psicólogo
Seixal
Bom dia.
Seja ou não uma situação com tratamento dermatológico, a forma como isso lhe causa sofrimento em contactos sociais poderá ser trabalhada de forma a que consiga ultrapassar essa dificuldade. Acontece até que muitas vezes as situações se tornem cíclicas e não só sofra de ansiedade por ter esse rubor como esse rubor possa ser uma manifestação da ansiedade.
Não hesite em procurar ajuda, de certeza verá melhorias significativas na sua vida.

Dr. Pedro Sousa Lé
Dr. Pedro Sousa Lé
Psicólogo
Lisboa
Olá considero importante iniciar uma psicoterapia, pelo que descreveu. Ao seu dispor

Especialistas em Psicoterapia

Catarina I Bernardes Fonseca

Catarina I Bernardes Fonseca

Psicólogo

Santarém

Rita Maria Leitão Cunha Fernandes Vilar

Rita Maria Leitão Cunha Fernandes Vilar

Dentista, Psicólogo

Guarda

Gad - Gabinete de Apoio à Dislexia

Gad - Gabinete de Apoio à Dislexia

Psicólogo, Terapeuta da fala

Patrícia Segurado Nunes

Patrícia Segurado Nunes

Psicólogo

Portimão

Catalim A.

Catalim A.

Psicólogo

Lisboa

Joana A. Alves Rosa

Joana A. Alves Rosa

Psicólogo

Rabo de Peixe

content.questions.show.related_questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 26 perguntas sobre Psicoterapia

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.