Consultório

Av. Duque D´Ávila, 28 - Sala 208, Lisboa
Consultório privado

Este especialista não oferece reservas online nesta morada

Seguros médicos aceitos nesta morada

Pacientes particulares (sem convênio)

Medicare

Multicare + 1 mais


Este especialista não fornece todas as informações que você precisa?

Mostrar outros psicólogos perto de mim

Experiência

Sobre mim

Estágio no Hospital D. Estefânia - Clinica da Encarnação Avaliação e psicoterapia com crianças e jovens em risco e suas famílias Psicoterapia analític...

Mostrar a descrição completa

Tratar condições médicas

  • Disfunções Sexuais Psicogênicas
  • Transtornos da Alimentação
  • Ansiedade Da Separação
Mostrar mais doenças

Especializações

  • Depressão
  • Neuroses
  • Psicanálise
Veja mais

Serviços e preços

Avaliação Psicológica


Av. Duque D´Ávila, 28 - Sala 208, Lisboa

Consultório privado


Primeira consulta Psicologia


Av. Duque D´Ávila, 28 - Sala 208, Lisboa

Consultório privado


Psicoterapia


Av. Duque D´Ávila, 28 - Sala 208, Lisboa

Consultório privado


Psicoterapia de Grupo


Av. Duque D´Ávila, 28 - Sala 208, Lisboa

Consultório privado


Terapia de Casal


Av. Duque D´Ávila, 28 - Sala 208, Lisboa

Consultório privado

Opiniões de pacientes

5

Classificação geral
1 opinião

A
Local: Consultório privado compreensão e evolução pessoal

O melhor:
Sem dúvida uma excelente profissional conjugada com uma admirável índole.


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas solucionadas

2 dúvidas de pacientes solucionadas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Transtorno Da Personalidade Borderline

    E vulgar haver confronto diário com a sua própria mãe. Mãe 74 anos, filha 45.
    Raiva, insultos, ler mensagens pessoais , falar desabridamente?

    Não, não é normal. Pela descrição há falta de limites. Possivelmente isso está ligado à fragilidades emocionais e dependência excessiva. Se já deu o primeiro passo para pensar no que se passa consigo era importante continuar e procurar apoio psicológico para dar uma oportunidade a si mesma de mudar essa situação, que concerteza causa sofrimento.

    Dra. Rita Sousa Lobo

  • Pergunta sobre Automutilação

    Qual o tratamento adequado para uma pessoa que bate no seu próprio corpo em momentos de stress? Sendo que a psicoterapia não ajudou. O que recomendam fazer?

    Seria importante numa primeira fase uma medicação para ajudar a diminuir esse sofrimento intenso e posteriormente uma nova relação psicoterapeutica com alguém com quem se sinta bem.

    Dra. Rita Sousa Lobo

Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Estágio no Hospital D. Estefânia - Clinica da Encarnação Avaliação e psicoterapia com crianças e jovens em risco e suas famílias Psicoterapia analític...

Mostrar a descrição completa

Tratar condições médicas

  • Disfunções Sexuais Psicogênicas
  • Transtornos da Alimentação
  • Ansiedade Da Separação
Mostrar mais doenças

Especializações

  • Depressão
  • Neuroses
  • Psicanálise
Veja mais

Pesquisas relacionadas