O transtorno da personalidade borderline
6 respostas
O transtorno da personalidade borderline acompanha a pessoa por toda a vida ou existe possibilidade de desaparecer totalmente com tratamento e também com a idade?
A pessoa que tem uma estrutura de personalidade bordeline ou limite caracteriza-se por uma instabilidade do humor, vivenciando por vezes um estado mais depressivo, outras vezes mais narcisico, sendo fragil, no sentido de camuflar o ser verdadeiro eu. Para ajudar a lidar o melhor possível com esta problemática é importante o acompanhamento psicológico, e mediante o caso verificar a necessidade do uso da medicação. Com o decorrer da vida poderá estabilizar o seu modo de ser e de estar, desde que acompanhado pelos respetivos profissionais de saúde mental, embora não se poderá assegurar que desaparecerá totalmente com a idade, até porque faz parte duma das lógicas de funcionamento mental do ser humano.

Pessoas diagnosticas com perturbação de personalidade borderline, necessitam de acompanhamento psicológico e psiquiátrico para que possam canalizar toda aquela impulsividade e situações com as quais por vezes parece ser dificil lidar. No entanto, o fator idade ajuda bastante no prognóstico da perturbação!

Tal como muito bem exposto pelos meus colegas, é sim possível controlar a evolução dos sintomas incapacitantes e das vulnerabilidades emocionais relacionadas a este quadro, bem como alcançar a redução destes. A terapia cognitivo-comportamental é a mais indicada, assim como a Terapia dos Esquemas Cognitivos que tem eficácia comprovada nos resultados, pois foi especialmente desenvolvida para o tratamento de perturbações e características marcantes da personalidade.

Apesar de ser uma perturbação mais amplamente estudada em psicologia devido às suas características peculiares é desafiadoras é possivel com acompanhamento terapêutico reduzir ou estabilizar as vulnerabilidades e fragilidades da pessoa, com impacto não só no seu presente como também no futuro. O desenvolvimento de competências de controlo dos impulsos, de tolerância de mal-estar e de consciêncialização.

Na maioria dos casos a evolução acaba por ser favorável e ocorrer uma normalização da vida das pessoas que sofrem desse transtorno. Habitualmente o tratamento passa por apoio psiquiátrico e psicotetapia cognitivo-comportamental.

As estruturas de personalidade borderline, tal como todas as outras perturbações de personalidade são passíveis de verem os seus sintomas amenizados por via da Psicoterapia. Ainda assim, o que mais dificulta o processo terapêutico é a adesão ao tratamento, já que os pacientes com este tipo de psicopatologia tendem a ser bastante resistentes ao acompanhamento psicoterapêutico de longa duração.
Se for possível a utilização de coadjuvantes terapêuticos como a psicofarmacologia ou outro tipo de intervenções terapêuticas alternativas, a probabilidade de sucesso aumenta significativamente já que o paciente deixa de encarar a procura de ajuda como algo efetivamente formal, passando a dar-lhe uma conotação que ele sente que controla.

Especialistas

Adoindo Pimentel

Adoindo Pimentel

Psiquiatra

Adrián Gramary Cancelas

Adrián Gramary Cancelas

Psiquiatra

Fânzeres

Adriana M Horta

Adriana M Horta

Psiquiatra

Vila Nova de Gaia

Adriano S Vaz Serra

Adriano S Vaz Serra

Psiquiatra

Coimbra

Agnelo Marques Silva

Agnelo Marques Silva

Psiquiatra

Águeda

Alberto C F Gomes Santos

Alberto C F Gomes Santos

Psiquiatra

Porto

content.questions.show.related_questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 18 perguntas sobre Transtorno Da Personalidade Borderline

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade médica dos médicos a quem quer fazer perguntas
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.