Gostaria de saber como é o tratamento do TOC, num estado já avançado? Foi-me diagnosticado
Dra. Fernanda Afonso
Dra. Fernanda Afonso
Psicólogo
Braga
A perturbação OC em estado prolongado deve ter um tratamento combinado de Psicoterapia (cognitivo-comportamental) e Psicoterapia.

Dra. Rita Carvalho
Dra. Rita Carvalho
Psicólogo
Leiria
Independentemente de já estar num estado avançado, para o tratamento da TOC, é importante que complemente o tratamento psicofarmacológico com acompanhamento psicológico através da terapia cognitivo-comportamental. O importante é prosseguir :) o estado não interessa, porque os estados são passageiros, não condições.

Dra. Edijane Costa
Dra. Edijane Costa
Psicólogo
Porto
A perturbação obsessivo-compulsiva tende a se manifestar de maneira muito particularizada, de acordo com o perfil psicológico de cada pessoa, sendo difícil padronizá-la eficazmente. O tratamento deve ser, por isto, desenhado seguindo especificamente as necessidades e dificuldades de cada indivíduo, tendo em consideração os tipos de obsessões (pensamentos) e compulsões (comportamentos), a história clínica, etc., de forma a proporcionar um espaço psicoterapêutico mais interventivo. O tratamento psicofarmacológico deve ser realizado juntamente com a terapia cognitivo-comportamental, a mais indicada para esta perturbação.

O tratamento para a perturbação obsessivo-compulsiva, com historial prolongado, deverá incluir terapia cognitivo-comportamental adjuvante ao tratamento psiquiátrico (psicofarmacológico)

O tratamento das POC, sobretudo com grande severidade de sintomas, deverá passar pelo tratamento farmacológico (preferencialmente acompanhado pelo psiquiatra) e pela psicoterapia, preferencialmente numa abordagem cognitivo-comportamental, de modo a trabalhar tanto os pensamentos (cognição) como as compulsões ou rituais (comportamentos). Poderá ter que passar também por um processo de exposição às situações temidas de forma a comprovar que os medos não se concretizam, sendo esta uma fase mais avançada do tratamento.

Os melhores resultados são obtidos a partir da associação entre a psicoterapia de abordagem cognitivo-comportamental e o tratamento medicamentoso (psiquiátrico).

Especialistas em Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Adoindo Pimentel

Adoindo Pimentel

Psiquiatra

Adrián Gramary Cancelas

Adrián Gramary Cancelas

Psiquiatra

Fânzeres

Adriana M Horta

Adriana M Horta

Psiquiatra

Vila Nova de Gaia

Adriano S Vaz Serra

Adriano S Vaz Serra

Psiquiatra

Coimbra

Agnelo Marques Silva

Agnelo Marques Silva

Psiquiatra

Águeda

Alberto C F Gomes Santos

Alberto C F Gomes Santos

Psiquiatra

Porto

Related questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 7 perguntas sobre Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.