Boa Tarde, tenho um filho com 13 anos. sempre foi complicado a sua concentração nas aulas e estudos. este periodo escolar passou de apenas uma negativa(musica) para 9 negativas. sempre aconselhado por nós das contrapartidas da sua atitude, mas sem resultados de melhorias.
Gostaria de vos pedir em que area de especialidade poderia ser o meu filho consultado?
Agradeçido.
Comprendo que se sintam preocupados e sem saber mais o que fazer, sabemos que o periodo da adolescência é sempre bastante complexo. Na situação que expõe sugiro que procure um Psicologo que faça psicoterapia psicanalitica, pois é importante que o vosso filho sinta o espaço terapêutico como seguro e onde pode falar o que quiser para ele mesmo perceber o que quer para ele, mas sem sentir que mais uma vez lhe vão exigir algo que ai deixaria de colaborar. Espero que corra tudo bem, ser pai é um desafio não desmotivem pois estão a dar o melhor de vocês.

Dra. Vânia Santos
Dra. Vânia Santos
Psicólogo
Vila Nova de Gaia
Bom dia,
A atitude do seu filho perante a escola pode ter vários fatores associados, más companhias, problemas de auto-estima, dificuldades de concentração, algum outro tipo de distúrbio referente à escola. Face a essa situação eu aconselho a procurar um psicólogo clínico. Dependendo da sua área de residência, eu poderei ajudar.
Espero ter ajudado.
Os melhores cumprimentos

Dra. Cláudia Caires
Dra. Cláudia Caires
Psicólogo
Lisboa
O importante é que o seu filho se identifique com o terapeuta, independentemente da sua especialidade. Pode perguntar-lhe se tem preferência por algumas características, como o género do psicólogo ou se prefere uma intervenção mais ativa ou mais passiva do terapeuta.
O facto de estar disponível para acompanhar o seu filho, já é um primeiro passo importante.
Se tiver mais alguma questão, não hesite em contactar.

 Júlia Costa
Júlia Costa
Psicólogo
Évora
Bom dia o seu filho está numa idade complicada que é a adolescência. Aconselho que procure ajuda de um psicólogo clínico.
Ao seu dispor.

Antes de tudo o mais, é essencial que se sente com o seu filho e o ouça. Diz-nos na sua mensagem que o tem avisado das contrapartidas da sua atitude mas não nos diz se ouviu como ele vive toda esta situação. Que aconteceu na vida dele? que se passou para que, num unico periodo, ele passasse de uma para nova negativas? Alguma coisa aconteceu, e é essencial que perceba minimamente o quê, para o poder orientar devidamente.
É essencial que estabeleça uma boa comunicação com o seu filho, para que ele possa explicar sem medo de castigos ou reprimendas aquilo que sente e a maneira como vê o que se passa.
É possivel que ele possa beneficiar de acompanhamento psicologico, mas primeiro tem que sentar-se, ouvi-lo, e entender como ele vê o problema.

Bom dia,
Julgo que a melhor opção seria fazer uma marcação de uma consulta de Psicologia Clínica para se perceber a origem desta mudança no seu desempenho escolar.
Estou a dispor, na zona do Porto, Boavista.
Cumprimentos

Dr. Fernando Silva
Dr. Fernando Silva
Psicólogo
Lisboa
Bom dia! O desinteresse/insucesso escolar estão muitas vezes associadas a sofrimento psicológico, que na fase da adolescência é, relativamente, comum. É preciso perceber o que se passa nos diversos contextos , escola, amigos, família, em que o seu filho se move. Os pais devem proporcionar oportunidades de conversa sobre os seus interesses, desejos, dificuldades, sem crítica, e com flexibilidade para eventuais mudanças que poderão ser necessárias. O acompanhamento psicológico é por vezes útil e necessário. Na nossa clínica temos especialistas nesta área que poderão ajudar, pais e filho, a ultrapassar este problema.

Concordo com as opiniões e sugestões principais dos colegas. O importante é saber o que está na origem dos maus resultados escolares e eles podem ser de diversas origens; fraca rede social; deficiente ou ineficaz apoio familiar; fatores associados ao desenvolvimento; causas orgânicas, etc. Penso que deve começar com marcação de consulta psicológica e não descuidar outras influncias menos sintomáticas ^. Ao dispor

Dra. Eva Bismarck
Dra. Eva Bismarck
Psicólogo
Porto
Bom tarde,
A adolescência é uma fase difícil, quer para os pais quer para os adolescentes mas, como o seu filho teve uma mudança bastante acentuada nos resultados escolares, seria positivo ter uma consulta psicológica, será um recurso fundamental para o orientar, apoiar e saber qual a origem desses resultados escolares, podem ser por variadíssimas razões: Dificuldade de relacionamento, Ansiedade e Medos, Bullying, entre outros. Nesta idade a maioria dos adolescentes não conseguem gerir os seus conflitos dai precisarem de ajuda.
Ao seu dispor.




Dr. Nuno Sampaio
Dr. Nuno Sampaio
Psicólogo
Porto
Boa noite, em relação ao apresentado, e falando em abstrato, poderão estar envolvidos fatores contextuais e ou/pessoais que tem impato na atenção, concentração e motivação da criança que refletem o baixo rendimento escolar.

Dr. Israel Guimarães
Dr. Israel Guimarães
Psicólogo
Braga
Boa tarde,

Procure falar com o seu filho e em conjunto tomarem uma decisão. O ideal seria concordarem em fazer uma avaliação psicológica.

Cumprimentos

Dr. Marise Vidal
Dr. Marise Vidal
Psicólogo
Montijo
O ideal nestes casos é que se faça uma avaliação psicológica para verificar se há realmente algo identificável e tanto o adolescente quanto a família possam obter ajuda na condução desta situação. Procurem um Terapeuta Familiar ou Psicoterapeuta Infantil.

 José Paulino
José Paulino
Psicólogo
Faro
Apesar de como muitos colegas apontam um psicólogo clínico também um Psicólogo Educacional seria óptimo na resolução do problema. A escola não tem Psicólogo? Era importante avaliar esses sintomas de dificuldade de concentração, as suas causas e origens desses factores . E se haverá algum problema actual que possa ter influência no caso.

 Alda Soledade Maduro
Alda Soledade Maduro
Psicólogo
Lisboa
Boa tarde a atitude do seu filho relativamente a escola pode ser reflexo de problemas de auto-estima, dificuldades de concentração, problemas com colegas, com as figuras de autoridade. De acordo com a sua exposição, aconselho a procurar um psicólogo clínico, de forma a ser feito uma avaliação psicológica para verificar se há realmente algo identificável. É importante, yambém, conversar com o seu filho a fim de detectarem se há algum problema que possam resolver em família.
Se pretender ajuda de um psicólogo e eu estiver na sua área de residência, procure-me Espero ter ajudado.
Cumprimentos

Especialistas em Perturbações do comportamento

Catarina I Bernardes Fonseca

Catarina I Bernardes Fonseca

Psicólogo

Santarém

Rita Maria Leitão Cunha Fernandes Vilar

Rita Maria Leitão Cunha Fernandes Vilar

Dentista, Psicólogo

Guarda

Gad - Gabinete de Apoio à Dislexia

Gad - Gabinete de Apoio à Dislexia

Psicólogo, Terapeuta da fala

Patrícia Segurado Nunes

Patrícia Segurado Nunes

Psicólogo

Portimão

Catalim A.

Catalim A.

Psicólogo

Lisboa

Joana A. Alves Rosa

Joana A. Alves Rosa

Psicólogo

Rabo de Peixe

content.questions.show.related_questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 14 perguntas sobre Perturbações do comportamento

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.