Porque a psicologia é considerado o tratamento principal para problemas de ansiedade? Após dois anos
9 respostas
Porque a psicologia é considerado o tratamento principal para problemas de ansiedade? Após dois anos de psicoterapias sem resultado decidi pensar "fora da caixa", descobri então um serie de problemas intestinais, intoxicação de metais pesados, défice de vitaminas... Acredito que a psicoterapia pode ajudar, em alguns casos até ser o principal mas definitivamente não na maioria... Gostava de saber se ha psicólogos honestos ou com verdadeiro conhecimento do problema pois eu fui a 3 diferentes e nenhum me aconselhou a olhar para o meu corpo! Para não falar da parte espiritual... Para mim por ordem o mais importante: Espiro, corpo e só depois vem a mente... Deixo aqui um concelho a todos que tem problemas emocionais (sem traumas de maior relevo) e não entendem porque! Procurem um bom medico de medicina integrativa! Não esta tudo na vossa cabeça...
Não há dúvida de que devemos olhar para o ser humano como um todo e valorizar questões físicas, mentais e espirituais. No entanto, é importante não desvalorizar o impacto que a saúde mental tem na nossa saúde física. Efetivamente, alterações ao nível físico podem provocar desequilíbrio na nossa condição psicológica, mas o oposto também acontece. Níveis elevados de ansiedade, durante longos períodos de tempo, podem levar ao desequilíbrio de factores fisiológicos. Com isto quero dizer que não há certezas se o que surgiu primeiro foram as questões físicas ou as questões psicológicas, mas concordo plenamente com a abordagem integrativa, devendo esta considerar, corpo, mente e espírito. Um bom diagnóstico deve pautar-se sempre pela estabilização de todas as componentes do ser humano.

Lamento que tenha tido uma experiência menos boa. Como não especifica se antes de procurar fazer Psicoterapia foi ao médico, é difícil perceber o que correu menos bem, pois é na consulta médica que se fazem todos os despistes para a sintomatologia ansiosa, de qualquer forma lamento a sua situação. Quando se refere que o Espírito vem primeiro sim o Espírito não é mais que a nossa essência a nossa Mente, pois pode estar a confundir cerebro e Mente.

Efetivamente o estado emocional tem um forte impacto na nossa saúde física, manifestando-se em diversas sintomatologias, acabando estas por também influenciar a saúde mental, tornando-se um processo cíclico.
Daí por vezes ser difícil perceber o que causou o quê.
No entanto, antes de iniciar qualquer terapia ou tratamento, devem ser realizados alguns despistes médicos, tais como análises.
Apesar de não referir qual a abordagem ou área de especialização do Psicólogo que a acompanhou, penso ser importante transmitir que também os Psicólogos seguem diferentes abordagens. E uma delas é também a integrativa.
Existem psicólogos que complementam a sua área de atuação com outro tipo de terapias consideradas mais energéticas, holísticas, tal como o Reiki, entre outras.
Lamento que o seu contacto com a Psicologia não tenha sido bem sucedido. Em alguns casos é necessária uma intervenção multidisciplinar.

Nenhuma das doenças ou estados podem ser explicadas por apenas um factor. Praticamente tudo é multifatorial, isto é, tem origem numa combinação de factores. É normal que cada profissional tenha uma forma diferente de ver o problema. Um problema comportamental, pode ser explicado por uma infinidade de factores, comportamentais, biológicos, neurológicos, experienciais, etc. Não acredito que os meus colegas psicólogos tenham alguma intenção menos boa, pois é apenas a forma de verem o problema. Existem inúmeros casos desses, não apenas na psicologia. Contudo, sem esquecer que ao contrário também acontece com frequência. Um problema psicologico, ser tratado como um problema espiritual, energetico, intoxicação...isso não quer dizer que sejam maus profissionais ou que tenham alguma intenção de prejudicar o cliente/paciente. Quando se juntam vários agricultores tentando peceber o porquê das plantações não crescerem, uns vão dizer que é da chuva, outros do sol, outros do adubo, outros dos deuses, outros da época... Etc. Talvez um tenha mais razão que os outros, mas isso não é sinônimo de incompetência, nem de intenções maldosas. Cabe a cada um de nós tentar procurar o que nos faz mais sentido. Faz sentido para si?

Concordo, plenamente, com os colegas.

Subscrevo o que já foi referido pelos colegas. O todo é a soma das partes, e como tal devemos cuidar das partes para o melhor equilíbrio do todo. O que realmente importa é que começou a cuidar de si e sente-se melhor.

A Ansiedade é um sintoma; não é o problema. Há que perceber a origem deste sintoma perscrutando, em situação de co-terapia, a existência de processos psicológicos não resolvidos, ou em conflito. A intervenção centrar-se-á necessariamente neste capítulo - o da resignificação; de reatribuição de sentido pela edificação de uma narrativa alternativa e funcional. A característica sintomática ansiosa tende a desvanecer no desenrolar deste processo

Boa Noite, concordo com os colegas, saliento que esse "todo" vai de encontro com diversas áreas, onde completam-se. É por isso que em um atendimento multidisciplinar há o que chamamos de respeito pelo o saber (científico) do outro. Mas na sua fala fica muito claro da indicação da psicologia. Autorize-se a continuar com a psicologia, mesmo que dentro de um senso comum não consiga entender as intervenções , na subjetividade nem sempre acompanha uma lógica.
Coloco-me a seu dispor

O homem é um todo biopsicosocial e espiritual e não é possível compartimentar Muitas das doenças físicas , mais não são do que manifestações psicossomáticas Lamento ter tido azar Mas não vai conseguir o seu equilíbrio tratando só a parte física
Convido- o a marcar consulta de psicoterapia e resolver os seus problemas emocionais Boa sorte
Cumprimentos

Especialistas

Adoindo Pimentel

Adoindo Pimentel

Psiquiatra

Adrián Gramary Cancelas

Adrián Gramary Cancelas

Psiquiatra

Fânzeres

Adriana M Horta

Adriana M Horta

Psiquiatra

Vila Nova de Gaia

Adriano S Vaz Serra

Adriano S Vaz Serra

Psiquiatra

Coimbra

Agnelo Marques Silva

Agnelo Marques Silva

Psiquiatra

Águeda

Alberto C F Gomes Santos

Alberto C F Gomes Santos

Psiquiatra

Porto

content.questions.show.related_questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 121 perguntas sobre Transtornos Da Ansiedade

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade médica dos médicos a quem quer fazer perguntas
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.