Boa tarde a minha filha na sala de aulas é muito distraída já a coloquei de castigo e nada resulta o mal é que todas as semanas tem recados a dizer que é distraída e depois tira ma notas por causa disso gostaria de saber a sua opinião sobro o que fazer? obrigado
Dra. Ana Rita Núncio
Dra. Ana Rita Núncio
Psicólogo
Sacavém
Bom dia. A distracção faz parte do desenvolvimento das crianças. Punir poderá reforçar o comportamento e não resolve a causa. Existem várias estratégias que poderá utilizar e até fazer algumas avaliações para perceber o que se passa na realidade. Em sessões de coaching Parental e educação de emoções poderemos trabalhar a situação. Presencial ou online. Cumprimentos

Dra. Cláudia Caires
Dra. Cláudia Caires
Psicólogo
Lisboa
Numa primeira fase é importante perceber o motivo da distração. Se for somente a sua filha a ser criança, ótimo, mas pode também ser uma forma de chamar a atenção para algo que não está bem.
Um psicólogo pode ajudá-lo a fazer este despiste e a perceber qual a melhor maneira de intervir perante esses comportamentos.

Dra. Andreia Alves
Dra. Andreia Alves
Psicólogo
Vila Real
Bom dia!
Atendendo ao que descreve o melhor será procurar ajuda profissional no sentido de perceber o que se passa com a sua filha. Pode efetivamente ter um problema de comportamento e de distração; pode estar a usar estes comportamentos para alertar para outras problemáticas; pode sentir-se desmotivada... como vê as causas podem ser muitas. O melhor mesmo, é conversar com a professora da sua filha para obter mais informações e procurar ajuda e um profissional para que possa perceber o que está a afetar a concentração e o desempenho escolar da sua filha.
Atentamente!

 Bernardo Santos Couto
Bernardo Santos Couto
Psicólogo
Lisboa
Bom dia,
as crianças distraídas tem geralmente o foco da atenção num "outro lugar" ou problema/dilema que a preocupa. Fale com para tentar saber o que se passa.
Se a situação persistir pode marcar uma consulta de psicologia.
Cumprimentos

 Júlia Costa
Júlia Costa
Psicólogo
Évora
A distracção faz parte de ser criança, mas por vezes, poderá ser dificuldade na atenção / concentração,,
que pode estar associado a algum problema/ dilema que a criança tem.
Fale com sua filha para tentar ver o que se passa.
Ou então procure ajuda psicológica.
Ao seu dispor.

 Sérgio Parente
Sérgio Parente
Psicólogo
Viana do Castelo
Bom dia. Como salientaram colegas acima, a distracção em contexto de sala de aula é muito frequente e pode ter várias origens.... O ideal para uma criança seria aprender enquanto joga...brinca. Porque, brincar é um dos ingredientes principais para um desenvolvimento saudável a par das regras que causam frustração mas necessária, para a auto-regulação. Há que avaliar a situação nos diferentes contextos de vida da criança. Neste sentido uma ajuda profissional pode ajudar para proceder a uma avaliação sistémica. Falar de diagnósticos de hiperactividade pode ser abusivo... sem uma correcta avaliação. Por outro lado, a comunicação com a criança deve ser diferente, quer no contexto de sala de aula, quer na família de modo a aumentar competências desejadas e reduzir o problema manifesto.

Ao dispor.

 Patrícia Fonseca
Patrícia Fonseca
Psicólogo
Oliveira de Azeméis
Bom dia,

Na minha opinião penso que seria útil aconselhar-se com um psicólogo ou pediatra de neurodesenvolvimento no sentido de avaliar as causas da distração e deliniar a estratégia de intervenção. É importante resolver essa questão com alguma brevidade, no sentido de minimizar o impacto da distração no rendimento escolar.

 Maria Portugal
Maria Portugal
Psicólogo
Porto
Boa tarde, há vários factores a ter em conta nomeadamente idade, contexto da escola, professor, em que posição na sala de aula está (muito atrás, de lado, ...), desmotivações ligadas à escola/liceu, etc.
Numa primeira fase falar com a filha e tentar perceber o que a desmotiva, falar também com professor/a e avaliar a situação.

Dra. Lina Raimundo
Dra. Lina Raimundo
Psicólogo
Sacavém
Boa tarde!
Conforme já foi aqui referido, a distração faz parte do do desenvolvimento, embora possa interferir com o desempenho escolar.
O castigo, ao contrário de resolver estas questões pode ter um efeito contrário ao desejado e, se forem dados de forma recorrente, habituam a criança a viver com eles e os resultados que se esperavam nunca aparecem.
Sou da opinião de que qualquer criança gosta de fazer o seu melhor mas, por via da sua personalidade ou das condições do meio, nem sempre consegue, o que lhe pode trazer muita angústia e frustração por não responder ao que lhe é exigido.

Dra. Vera Santos
Dra. Vera Santos
Psicólogo
Águas Santas
Olá.
No caso que expõe, o castigo pode ser contraproducente, não devendo ser encarado como um meio para solucionar a distração. Quando a distração ultrapassa os limites do "ser criança" e se torna prejudicial, inclusivé ao nível da aprendizagem, convém averiguar as causas que estarão a contribuir para essa distração, as quais serão mais facilmente identificadas se recorrer à ajuda especializada. Uma avaliação psicológica e/ou neuropsicológica seria uma boa opção.

Dr. Israel Guimarães
Dr. Israel Guimarães
Psicólogo
Braga
Boa tarde, é difícil fazer algum tipo de sugestão sem ter acesso a determinadas informações. Portanto, podemos estar perante uma situação normal e transitória como também o seu oposto. Se esta situação a preocupa tente procurar um profissional de saude mental competente, sério e rigoroso que trabalhe apenas com crianças e adolescentes. Repare que as pessoas sentem-se muito tentadas a dar sugestões e opiniões o que se pretende é alguém que saiba colocar questões. Procure um bom profissional na sua área e peça uma avaliação. Felicidades

Especialistas em Transtornos Do Comportamento Infantil

A Bianchi Aguiar

A Bianchi Aguiar

Pediatra

Porto

Alberto A M Caldas Afonso

Alberto A M Caldas Afonso

Pediatra

Lagares Flg

Alberto Cunha Rocha

Alberto Cunha Rocha

Pediatra

Marco de Canaveses

Alexandra M G D Arsénio

Alexandra M G D Arsénio

Pediatra

Lisboa

content.questions.show.related_questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 10 perguntas sobre Transtornos Do Comportamento Infantil

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.