Tecnologias avançadas para detetar

3 respostas
Tecnologias avançadas para detetar ou curar a esquizofrenia já existem? e tratamentos
inovadores com novos fármacos já estão a ser utilizádos
ou não? obrigado
Infelizmente ainda não estão à disposição do público. Continua a investigar-se pouco na área da psiquiatria devido à existência de estigma associado às doenças mentais. No entanto existem técnicas de abordagem familiar e de psicoterapia que podem e devem ser associadas ao tratamento farmacológico da esquizofrenia, melhorando assim o prognóstico desta doença.
Apesar do grande investimento no estudo da esquizofrenia o diagnóstico continua a ser clínico (com base nos sinais e sintomas do doente). Felizmente, no que toca ao tratamento, têm havido evolução. As opões terapêuticas passam essencialmente por toma de medicação (antipsicóticos) porem os mais recentes além de serem mais eficazes acarretam menos efeitos adversos para os doentes possibilitando-lhes uma vida muito próxima da da restante população.
Existem, de facto, mas estão apenas em experimentação. Mas se o diagnóstico estivar bem feito, é sempre importante tomar antipsicóticos (neste momento, está em estudo uma preparação injectável para fazer apenas 4 vezes por ano. Seja como for, e se o diagnóstico estiver bem feito, tudo o que se fizer pelo doente é bom, porque promove a sua sociabilização. (As pessoas próximas tendem a afastar-se destes doentes ou tratá-los de um modo pouco natural)

Especialistas

Adoindo Pimentel

Adoindo Pimentel

Psiquiatra

Adrián Gramary Cancelas

Adrián Gramary Cancelas

Psiquiatra

Fânzeres

Adriana M Horta

Adriana M Horta

Psiquiatra

Vila Nova de Gaia

Adriano S Vaz Serra

Adriano S Vaz Serra

Psiquiatra

Coimbra

Agnelo Marques Silva

Agnelo Marques Silva

Psiquiatra

Águeda

Alberto C F Gomes Santos

Alberto C F Gomes Santos

Psiquiatra

Porto

Perguntas relacionadas

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 14 perguntas sobre Esquizofrenia
  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.
  • Por uma questão de saúde, quantidades e doses de medicamentos não serão publicadas.

Este valor é muito reduzido. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.


Escolha a especialidade dos médicos a quem quer fazer perguntas
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.