Meu filho de 10 ano é uma criança sozinha e não têm muitos amigos,ele já me falou que preferia morrer e ás vezes é agressivo com outras crianças,na escola é pesadelo e ele me diz que todos o gozam e ele torna-se agressivo o que posso fazer? obrigada
 Ana Beatriz Saraiva
Ana Beatriz Saraiva
Psicólogo
Caparica
O seu filho está a dar sinais de que vive insatisfeito e que não sabe fazer de outra forma. A faixa etária dos 10-11 anos é habitualmente crítica no plano interpessoal, é uma fase que pode ser vivida com muito sofrimento sobretudo se o clima da escola não facilitar (exigência, abandono ou bullying). Ele precisa de ajuda para dar um passo em frente e sustentar um desenvolvimento da sua personalidade mais salutar, o que passa pela melhoria da autoconsciência. Num primeiro plano, uma avaliação dos fatores afetivos e funcionamento global impõe-se. Caso apresente dificuldades de aprendizagem para além das questões motivacionais, uma avaliação neuropsicológica pode ser recomendada. Com base nos dados recolhidos, será traçado um plano terapêutico que contempla habilitação neuropsicológica e psicoterapia.

Dra. Rosa Fernandes
Dra. Rosa Fernandes
Psicólogo
Sines
Boa noite,
Seria importante perceber os motivos a escola é um pesadelo (dificuldades escolares, bullying, transição para a escola...)
Recomendo uma avaliação psicoemocional e ou cognitiva e psicoterapia. Cumprimentos

 Cristina Marreiros da Cunha
Cristina Marreiros da Cunha
Psicólogo
Paço de Arcos
Boa tarde, o seu filho está em grande sofrimento e necessita de ser acompanhamento psicológico quanto antes. Para si, a situação também deve ser difícil e pode não saber como agir com ele da melhor forma pelo que recomendo aconselhamento parental para os pais. Não adiem, pois a puberdade e a adolescência não vão melhorar a situação, talvez antes pelo contrário, e no entanto, com o devido seguimento psicológico, tudo pode entrar na normalidade logo que ele tenha ferramentas que lhe permitam sentir que gosta de si próprio.

Os meus colegas fizeram o aconselhamento mais adequado ao seu relato. Na realidade o seu filho está a sofrer porque o suporte emocional, afetivo e motivacional é insuficiente ou inexistente para poder lidar e perceber os motivos dessa vivência. É desejável proporcionar a ajuda psicológica para se perceber o que está na origem das suas emoções negativas com a sua vida.
Ao dispor

Bom dia, compreendo que seja uma situação muito desesperante para uma mãe, mas o que deve fazer é leva-lo a uma consulta de Psicologia de preferência que o psicólogo trabalhe com crianças e adolescentes especificamente, para melhor avaliar o que se passa com o seu filho e ao mesmo tempo acompanhar os pais e a dinâmica familiar.

Dr. Nuno Sampaio
Dr. Nuno Sampaio
Psicólogo
Porto
O problema relatado poderá estar associado a vários fatores de riscos, desde logo as características da criança, bem como os diferentes contextos em que esta está envolvida. Uma avaliação destes fatores será importante para perceber a problemática em questão e desenvolvimento de um plano de intervenção. Até lá são especulações! Ao seu dispor, Nuno Pereira

 Maria João M. Cosme
Maria João M. Cosme
Psicólogo
Lisboa
Boa tarde,
Uma consulta de Psicologia seria benéfica. Trabalho essas questões de bullying, dificuldades escolares, auto-estima e imagem..).
Ao dispôr,
Maria João Cosme
Lisboa

 Alda Soledade Maduro
Alda Soledade Maduro
Psicólogo
Lisboa
Boa tarde. Seria importante saber quais os motivos porque a escola é um pesadelo, se é dificuldades escolares, bullying ou a transição para a escola... Mas o que me parece-me é que o seu filho está em grande sofrimento e necessita de
ter acompanhamento psicológico rapidamente. Como mãe a situação também não será fácil, necessitando também de apoio, deverá procurar aconselhamento parental para os pais.

 Sara Terras
Sara Terras
Psicólogo
Guarda
Pelo que é descrito seria importante trabalhar e promover competências sociais e assertividade na forma como estabelece as relações interpessoais, particularmente com o seu grupo de pares. Paralelamente potenciar-se a auto-estima. Seria benéfico procurar a ajuda de um especialista na área comportamental, como um psicólogo.

 Ana Paula Barreiros
Ana Paula Barreiros
Psicólogo
Lisboa
Este é um sinal de alerta. O seu filho sente-se incapaz de lidar com as dificuldades que tem. É necessário procurar ajuda dum psicólogo(a)
com objetivo de avaliar o caso e começar intervir restaurando a auto-confiança, a auto-estima trabalhando os fatores de desequilíbrio presentes.
É necessário existir intervenção psicológica e/ou psiquiátrica de acordo com os resultados da avaliação .

Especialistas em Consulta psicológica da criança

Catarina I Bernardes Fonseca

Catarina I Bernardes Fonseca

Psicólogo

Santarém

Rita Maria Leitão Cunha Fernandes Vilar

Rita Maria Leitão Cunha Fernandes Vilar

Dentista, Psicólogo

Guarda

Gad - Gabinete de Apoio à Dislexia

Gad - Gabinete de Apoio à Dislexia

Psicólogo, Terapeuta da fala

Patrícia Segurado Nunes

Patrícia Segurado Nunes

Psicólogo

Portimão

Catalim A.

Catalim A.

Psicólogo

Lisboa

Joana A. Alves Rosa

Joana A. Alves Rosa

Psicólogo

Rabo de Peixe

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 1 perguntas sobre Consulta psicológica da criança

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.