Fui no oftalmologista há 6 meses atrás e ele disse que tenho 1 grau de astigmatismo no OD e 0,5 no OE com o eixo a 90 graus, fiz o óculos, mais desde o primeiro dia que comecei a usa-lo já havia percebido que não estava tão bom quanto esperado, mais agora de uns tempos pra cá, venho percebendo que quando giro o óculos para baixo (coloco as lentes horizontalmente) a visão fica perfeita mais quando volto pra posição normal que o óculos fica no olho a visão fica muito ruim, não melhora praticamente nada, será que o eixo do astigmatismo que ele prescreveu está errado?
Deve ser observada pois o mais frequente é estar correcta a refração mas a/s lentes não estarem bem centradas.

Especialistas em Astigmatismo

Adelino Dias Arêde

Adelino Dias Arêde

Oftalmologista

Viseu

Adília J Silva Gomes

Adília J Silva Gomes

Oftalmologista

Estarreja

Alberto Marinho Leite

Alberto Marinho Leite

Oftalmologista

Porto

Alcina M Pinho Toscano

Alcina M Pinho Toscano

Oftalmologista

Lisboa

Aldir José Alba

Aldir José Alba

Oftalmologista

Lisboa

Amândio Azevedo

Amândio Azevedo

Oftalmologista

Torres Novas

content.questions.show.related_questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 5 perguntas sobre Astigmatismo

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade médica dos médicos a quem quer fazer perguntas
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.