Cristina Marreiros da Cunha

Cristina Marreiros da Cunha

Psicóloga

Especialista em: Psicoterapia, Aconselhamento e Orientação aos Pais, Depressão, Perturbação de Relacionamentos Conjugais ou Sexuais

Consultório

1
2
3

Opiniões sobre Cristina Marreiros da Cunha

5

Baseado em 1 opinião

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Cristina Marreiros da Cunha?

Opinar

O melhor: "Do atendimento."

Poderia melhorar: "A localização, ser mais perto da estação."

Motivo da visita: Psicologia

Paciente que marcou consulta com Cristina Marreiros da Cunha

Experiência

Formação

  • Estudos Superiores Grogorianos - Direcção CoralEscola Superior de Música de Lisboa1987
  • Licenciatura em Ciencias SociaisUniversidade Aberta2004
  • Licenciatua em Psicologia Clínica, cognitiva comportamental e sistémicaFPCE (Universidade de Lisboa)2007

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Francês

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: agosto 2015
  • Primeira consulta Psicologia Detalhe A partir de 60 €
    • Akademia do Ser - Rua Lino de Assunção, nº24, Paço de Arcos, Oeiras A partir de 60 €
    • Centro Clínico Da "associação Humanitária Amadeu Duarte" Bombeiros Voluntários Da Parede A partir de 60 €
    • Sensiis Cascais A partir de 60 €
  • Retorno de consultas Psicologia Detalhe A partir de 50 €
    • Akademia do Ser - Rua Lino de Assunção, nº24, Paço de Arcos, Oeiras A partir de 50 €
    • Centro Clínico Da "associação Humanitária Amadeu Duarte" Bombeiros Voluntários Da Parede A partir de 50 €
    • Sensiis Cascais A partir de 50 €
  • Psicoterapia Detalhe A partir de 50 €
    • Akademia do Ser - Rua Lino de Assunção, nº24, Paço de Arcos, Oeiras A partir de 50 €
    • Centro Clínico Da "associação Humanitária Amadeu Duarte" Bombeiros Voluntários Da Parede A partir de 50 €
    • Sensiis Cascais A partir de 50 €
  • Terapia cognitivo - corportamental Detalhe A partir de 45 €
    • Akademia do Ser - Rua Lino de Assunção, nº24, Paço de Arcos, Oeiras A partir de 50 €
    • Centro Clínico Da "associação Humanitária Amadeu Duarte" Bombeiros Voluntários Da Parede A partir de 45 €
    • Sensiis Cascais A partir de 50 €
  • Terapia de Casal Detalhe A partir de 75 €
    • Akademia do Ser - Rua Lino de Assunção, nº24, Paço de Arcos, Oeiras A partir de 75 €
    • Centro Clínico Da "associação Humanitária Amadeu Duarte" Bombeiros Voluntários Da Parede A partir de 75 €
    • Sensiis Cascais A partir de 75 €

Respostas de Cristina Marreiros da Cunha

30 Respostas

75 Especialistas de acordo

10 Pacientes agradecidos

Cristina Marreiros da Cunha está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças ou exames médicos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Com os dados que refere é impossível, perceber o que se passa. Quando refere muito tempo, é algo que surgiu na infância ou apenas mais recentemente? Ele já tem um diagnóstico? De facto, ele pode achar que não está doente e nem todas as pessoas que consultam psicólogos e exibem comportamentos desregulados estão doentes. Talvez a abordagem deva ser, se ele não pensa que falar com alguém o poderia ajudar a perceber-se melhor e a exteriorizar algum mal-estar que o acompanha. Isto não invalida que de facto possa necessitar de alguma medicação, mas a adesão do paciente é fundamental e serão os profissionais a entrar nesse assunto e não a família. A família só pode ajudar sendo, coerente, estabelecendo alguns limites e remetendo para o próprio a decisão de pedir ou não ajuda. Em caso de maior gravidade dos comportamentos, podem considerar a hipóteses de internamento compulsivo, mas esse é um processo duro e nem sempre fácil, se os comportamentos não forem um risco real e visível.

Cristina Marreiros da Cunha

Cristina Marreiros da Cunha

Psicóloga

Paço de Arcos

Se já recorreu a vários médicos e eles são da opinião que não se trata de nenhum problema físico, se não está a fazer medicação que os médicos considerem que possa estar a perturbar a função erectil, então é provável que ela esteja associada a causas psicológicas. A melhor forma será consultar um psicoterapeuta ou psicólogo clínico com formação em sexologia clínica para juntos analisarem o problema. O seu corpo está a responder a receios/ preocupações/ cansaço/ ..., que não estão a ter a sua devida atenção.

Cristina Marreiros da Cunha

Cristina Marreiros da Cunha

Psicóloga

Paço de Arcos

As pessoas que são consideradas borderline não são apenas por esse motivo internadas. As pessoas com ideação e comportamento suicida podem sê-lo se estiverem em perigo efectivo e não houver outra forma de as ter sob vigilância. O próprio psicoterapeuta ou psiquiatra deve ter a noção do estado do paciente e recomendar o internamento, se considerar o mais adequado no momento.
Tenho sempre algumas reservas sobre quem intitula uma intervenção psicológica ou psicoterapêutica de "Tratamento Mental", se é que é a isso que se refere quando fala de mbt.
A toma de medicação deve ser feita sob vigilância, pois pode, nalguns casos, facilitar a passagem ao acto.

Cristina Marreiros da Cunha

Cristina Marreiros da Cunha

Psicóloga

Paço de Arcos

Ver as 30 perguntas respondidas por Cristina Marreiros da Cunha

{0}{1}
Para um melhor serviço utilizamos cookies próprios e de terceiros. Ao continuar aceite nossa política de cookies. Mais info. X