João Lavrador Santo

João Lavrador Santo

Psicólogo

Experiência em: Psicologia Clínica e da Saúde, Psicoterapia, Psicanálise

Consultório

1
2
3

Opiniões sobre João Lavrador Santo

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar João Lavrador Santo

Experiência

Formação

  • Licenciado em Psicologia - Área ClínicaInsituto Superior de Psicologia Aplica (ISPA)2004
  • Mestrado Integrado em Psicologia ClínicaInstituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA)2010

Sobre mim

- Licenciatura em Psicologia - Área Clínica (2004).

- Mestrado Integrado em Psicologia Clínica (2010).

- Psicólogo Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde pela Ordem dos Psicólogos Portugueses - Cédula Nº 5108.

- Prática clínica desde 2004. Consultório privado desde 2010.

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Webs


Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).

Respostas de João Lavrador Santo

4 Respostas

6 Especialistas de acordo

6 Pacientes agradecidos

João Lavrador Santo está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças ou exames médicos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Sim, é possível. Não me parece que se deva traçar diagnósticos à distância, sem procurar conhecer e compreender a pessoa de quem fala, mas o que descreve tem traços de uma personalidade anti-social. Muitas vezes, estas pessoas não estão receptivas a procurarem ajuda, nem estão disponíveis para se questionarem, o que dificulta a abordagem terapêutica e deixa naqueles que o rodeiam um sentimento de frustração e impotência...

João Lavrador Santo

João Lavrador Santo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Lisboa

Num primeiro momento, a intervenção farmacológica (por um médico psiquiatra) pode ajudar a conter e suportar episódios de sofrimento agudo. No entanto, a intervenção terapêutica sobre as perturbações de personalidade (nomeadamente a perturbação borderline) deve passar pela psicoterapia (podendo ser complementada, se necessário, com medicação). Existem algumas associações que possibilitam preços sociais ou mesmo alguns psicoterapeutas dispostos a aproximar valores daquilo que pode ser suportado pelo cliente.

João Lavrador Santo

João Lavrador Santo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Lisboa

Bom dia. A intervenção terapêutica deverá passar pela psicoterapia (tratamento psicológico) e, eventualmente, se for considerado necessário por si e por um médico psiquiatra, pode ser acompanhada por medicação. Porém, o plano terapêutico deve ser definido pelo psicólogo/psicoterapeuta que consultar após uma avaliação mais cuidada, adequada àquilo que o(a) tem afligido.

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
João Lavrador Santo

João Lavrador Santo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Lisboa

Ver as 4 perguntas respondidas por João Lavrador Santo

Fotos

{0}{1}
Para um melhor serviço utilizamos cookies próprios e de terceiros. Ao continuar aceite nossa política de cookies. Mais info. X