Olá a todos. Tenho 43 anos. Quando tinha 25 anos foi-me diagnosticado crises de pânico. Graças a Deus depois de medicado, as crises foram perdendo a força e até acabaram mas passei a ter Transtorno de Ansiedade Generalizada.
A medicação que faço desde então, ou seja, há 17 anos, nunca foi interrompida. Tomo Alprazolam 2x 1mg (libertação modificada) - Lyrica 2x 100 mg e Escitalopram 20mg ao pequeno almoço e 10 mg ao jantar.
Já fiz psicoterapia várias vezes, Mindefulness, Reiki e posso dizer que andei por outros caminhos dentro de religiões na procura da minha paz interior e vencer os sintomas associados à doença.
Tenho notado que há cerca de 3 anos o meu apetite sexual vem a diminuir drasticamente e um retarda muitíssimo a ejaculação. Fui há dois dias a um urologista porque comecei a ter desconforto após a ejaculação e foi me dito que o Escitalopram pode ser o causador disto.
A minha pergunta é: depois do que relatei, com a continuação da ansiedade, com o problema sexual e todos estes anos de toma da medicação (porque nunca me foi retirada.. foram sendo alteradas doses, substituindo por outros medicamentos, etc.) é possível dentro deste quadro um desmame, mesmo que longo, da medicação?
Estou com coragem para o fazer mas não sei até que ponto posso ir devido a estes anos todos de medicação. Estou tão cansado de tomar comprimidos e só vejo o meu cérebro a falir e o corpo.. Desculpem o texto enorme mas também pode servir de informação a outras pessoas e até, quem sabe enriquecer o conhecimento. Grato pela atenção.
 Cristina Marreiros da Cunha
Cristina Marreiros da Cunha
Psicólogo
Paço de Arcos
Boa tarde,
Como refere são muitos anos de medicação, mas também de mau estar, agravado recentemente, com a questão sexual. Sem uma avaliação da situação é difícil dar lhe uma resposta, o que lhe posso dizer é que para iniciar um desmame, mesmo que lento, não o deverá fazer sem controlo médico, naturalmente, mas sobretudo sem retomar um processo psicoterapêutico sério e empenhado. Há concerteza uma série de sentires que não foram suficientemente trabalhados, nem foram encontradas novas formas de olhar a sua realidade interior e exterior de modo a sentir se mais apaziguado, ora, se iniciar o desmame antes de fazer face a essas questões, vai piorar a sua ansiedade. Se tem vontade, mergulhe em si, procure ajuda de um bom psicoterapeuta. Força.

Olá! Como já referiu a colega acima, o desmame deve ser realizado com o acompanhamento médico. Igualmente importante seria a realização de sessões de psicoterapia para que possa desenvolver/fortalecer recursos emocionais para enfrentar a ansiedade.
Ao dispor.

Dr. Israel Guimarães
Dr. Israel Guimarães
Psicólogo
Braga
Boa tarde. Não existe outra forma de dizer isto - está tudo errado. No entanto seria necessário uma avaliação séria e rigorosa. Mas vamos por partes. Medicação para a ansiedade durante 17 anos é errado e negligente. Vários processos psicoterapêuticos e a ansiedade mantém-se, carece de mais informação sobre o processo em questão. Reiki?? Pra quê? O que é? O que trata? Como trata? E qual a validade científica? Mindfullness é uma técnica que só por si de pouco vale, deve ser integrada numa intervenção em conjunto com outras técnicas suportadas por um modelo de intervenção validado cientificamente, e, se após diagnóstico se justificar. Se a questão apenas se prende com a descontinuação dos fármacos consulte quem os prescreve. Na minha opinião tem sido acompanhado de forma deficitária e sugeria que procurasse uma avaliação de um profissional da saúde mental sério, rigoroso, e competente. Bem haja.

Especialistas em Transtornos Da Ansiedade

Adoindo Pimentel

Adoindo Pimentel

Psiquiatra

Adrián Gramary Cancelas

Adrián Gramary Cancelas

Psiquiatra

Fânzeres

Adriana M Horta

Adriana M Horta

Psiquiatra

Vila Nova de Gaia

Adriano S Vaz Serra

Adriano S Vaz Serra

Psiquiatra

Coimbra

Agnelo Marques Silva

Agnelo Marques Silva

Psiquiatra

Águeda

Alberto C F Gomes Santos

Alberto C F Gomes Santos

Psiquiatra

Porto

content.questions.show.related_questions

Tem perguntas?

Os nossos peritos responderam a 105 perguntas sobre Transtornos Da Ansiedade

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anónima.
  • Faça uma pergunta médica clara e seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um médico específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico ou serviço de urgências.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade médica dos médicos a quem quer fazer perguntas
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.