Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Psicóloga

Experiência em: Psicoterapia, Demências, Depressão, Distúrbios Psicossomáticos

Número de Identificação Profissional: OPP, 16361

Consultório

1
2

Opiniões sobre Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

5

Baseado em 25 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dra. Mª Joana Cordeiro Dias?

Opinar

O melhor: "Super carinhosa, atenciosa, faz observações relevantes e um acompanhamento bem monitorado"

Poderia melhorar: "Talvez um investimento nos valores sobre os clientes fixos. Fazer planos mais baratos !"

Motivo da visita: Problemas pessoais

Vanuza A. marcou consulta com Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias respondeu a esta opinião

Sou inteiramente grata pela sua opinião e observação! Informo que possuo protocolos com várias entidades com as quais todos/as os/as pacientes podem usufruir! Mantenho-me disponível para prestar qualquer esclarecimento adicional.

O melhor: "É bastante tranquila e consegue passar a tranquilidade e expor de forma clara as situações."

Motivo da visita: Auto Estima Baixa

Paciente que marcou consulta com Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

O melhor: "A doutora Joana é uma profissional. Bastante atenciosa e com boa capacidade de compreender os problemas/aflições de quem procura a sua ajuda. É capaz de guiar e ajudar a descontruir pensamentos menos correctos bem como justificar de forma clara a origem dos mesmos. Obrigado!"

Motivo da visita: Baixa autoestima, depressão leve

Paciente que marcou consulta com Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

O melhor: "Realizei acompanhamento psicológico durante um período superior a um ano! Sem dúvida que todo este apoio foi imprescindível. Com a Drª Joana Cordeiro aprendi a auto-valorizar-me e a compreender este processo muito doloroso de uma forma mais salutar. Adorei. Muito competente. Muitíssimo obrigado!"

Motivo da visita: Divórcio

Paciente que marcou consulta com Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Ver as 25 opiniões sobre Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Experiência

Formação

  • Licenciada em PsicologiaInstituto Universitário da Maia2000
  • Pós-Graduada em Psicologia da SaúdeUniversidade do Minho2006
  • Formadora Certificada CAPIEFP2007

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: OPP, 16361

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol

Serviços

  • Primeira consulta Psicologia
  • Retorno de consultas Psicologia
  • Consulta domiciliar Psicologia
  • Primeira consulta Terapias Complementares e Alternativas
  • Alongamento Muscular
  • Avaliação Psicológica
  • Coaching Psicológico
  • Psicoterapia
  • Terapia cognitivo - comportamental
  • Terapia de Casal

Respostas de Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

43 Respostas

54 Especialistas de acordo

10 Pacientes agradecidos

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças ou exames médicos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Nas perturbações do humor moderadas/graves da minha experiência a combinação da farmacoterapia e psicoterapia do tipo cognitivo-comportamental são efetivamente reveladoras de bom prognóstico! O acompanhamento é crucial e a frequência das mesmas vai variando. No entanto estou de acordo com a sugestão da colega! Numa fase inicial, nestas situações costumo sugerir pelo menos durante os três a quatro meses fazer psicoterapia 1x/semana!

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Psicóloga

Leça Do Balio

Concomitantemente com a toma de medicação psiquiátrica adequada para o quadro clínico que refere, seria de extrema importância que a sua familiar beneficiasse de apoio psicológico prestado por um/a psicólog@ com experiência em Psicoterapia Cognitivo-comportamental. Normalmente a intervenção nestas situações requer a experiência de uma equipa multidisciplinar.

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Psicóloga

Leça Do Balio

Mais do que os médicos acreditarem ou não, se de facto há suspeita e/ou sinais o importante é que siga os trâmites legais.
Quanto à questão que coloca, sobre a hipnose, desconheço a sua eficácia neste tipo de casos clínicos.
E há semelhança do que os meus colegas já mencionaram, acredito que a procura célere de um/a profissional especializado/a na área da Psicologia Criminal/Forense com experiência relevante poderá ser uma opção mais funcional!

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

Psicóloga

Leça Do Balio

Ver as 43 perguntas respondidas por Dra. Mª Joana Cordeiro Dias

{0}{1}
Para um melhor serviço utilizamos cookies próprios e de terceiros. Ao continuar aceite nossa política de cookies. Mais info. X