Experiência

Sobre mim

• Especialização em Psiquiatria no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital S. Francisco Xavier (1997 – 2002) • Grau de Consultor de Ps...

Mostrar a descrição completa


Escolas

  • Dr. João Parente, Faculdade de Medicina de Lisboa, 1986
  • Especialidade de Psiquiatria, Hosp. S. Francisco Xavier, 2002
  • Psicoterapeuta, Ass. Port. Terapias Comportamental e Cognitiva, 2002
Veja mais

Competências linguísticas

Português, Inglês, Espanhol

Serviços e preços

Consulta domiciliar Psiquiatria


Rua dos Remolares, 14, 4º andar, Lisboa

Preço não relatado

Consultório privado


Praça Dr Manuel Rebelo Andrade, 3, Rc Esq. - Carcavelos, Cascais

Preço não relatado

Consultório privado


Primeira consulta Psicologia


Rua dos Remolares, 14, 4º andar, Lisboa

Preço não relatado

Consultório privado


Praça Dr Manuel Rebelo Andrade, 3, Rc Esq. - Carcavelos, Cascais

Preço não relatado

Consultório privado


Primeira consulta Psiquiatria


Rua dos Remolares, 14, 4º andar, Lisboa

Preço não relatado

Consultório privado


Praça Dr Manuel Rebelo Andrade, 3, Rc Esq. - Carcavelos, Cascais

Preço não relatado

Consultório privado


Psicoterapia


Rua dos Remolares, 14, 4º andar, Lisboa

Preço não relatado

Consultório privado


Praça Dr Manuel Rebelo Andrade, 3, Rc Esq. - Carcavelos, Cascais

Preço não relatado

Consultório privado


Retorno de consultas Psiquiatria


Rua dos Remolares, 14, 4º andar, Lisboa

Preço não relatado

Consultório privado


Praça Dr Manuel Rebelo Andrade, 3, Rc Esq. - Carcavelos, Cascais

Preço não relatado

Consultório privado


Terapia cognitivo - comportamental


Rua dos Remolares, 14, 4º andar, Lisboa

Preço não relatado

Consultório privado


Praça Dr Manuel Rebelo Andrade, 3, Rc Esq. - Carcavelos, Cascais

Preço não relatado

Consultório privado

Opiniões de pacientes

5

Classificação geral
22 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Instalações
A
Paciente verificado
Local: Consultório privado Ansiedade

Um excelente médico. A forma natural como abordou o meu problema e a confiança que demonstrou em como é só uma fase e tudo vai ficar bem deixou um tranquilidade que nem qualquer médico consegue transmitir.
A explicação de que todos os sintomas são normais e que o problema tem solução e não é o fim do mundo foi muito importante para sair de lá mais tranquila. E a disponibilidade de fornecer o contato é uma tranquilidade muito grande.
Recomendo a todos os que precisem de um psiquiatra.


Paciente verificado
Local: Consultório privado Depressao

Um bom médico que se preocupa com o doente. O facto de termos à mão o contacto para uma situação é importante.
Acho é que deviam ter multibanco.


P
Paciente verificado
Local: Consultório privado Psiquiatra

O melhor:
Atenção,a forma calma e serena com que explica tudo! Ter sempre uma palavra amiga! Recomendo


P
Local: Consultório privado

O melhor:
Da maneira simples e clara como explica

Poderia melhorar:
Nada


P
Paciente verificado
Local: Consultório privado Lesões cerebrais

O melhor:
Dr. João Parente, é um dos melhores, bem conceituados e experientes psiquiatras deste país. Ele fala com o coração nas mãos, cheio de sabedoria, humildade, astúcia e inteligência. Nunca vi um médico assim em toda a minha vida. Consegue a melhoria substancial do estado clínico dos seus pacientes.

Poderia melhorar:
Nada.


P
Local: Consultório privado Depressão

O melhor:
Muito atencioso. Inteligente e muito profissional. Muito humano.


P
Paciente verificado
problemas de ansiedade

O melhor:
Excelente médico. Arrependid@ de não o ter consultado mais cedo.

Poderia melhorar:
Nada


A
Local: Consultório privado bipolar

O melhor:
Mt atencioso, já é meu medico ha um ano.

Poderia melhorar:
Nada


P
Paciente verificado
Local: Consultório privado Cansaço generalizado

O melhor:
Da empatia estabelecida paciente - médico, da forma como se faz explicar, da atenção prestada durante a consulta e na grande disponibilidade. Cuidadoso ao receitar os medicamentos.


U
Local: Consultório privado Bipolaridade

O melhor:
Salvou-me a vida.


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas solucionadas

11 dúvidas de pacientes solucionadas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Ataque de pânico

    Olá.. Fui ao Psiquiatra a semana passada, pois desde há 1 ano e meio para esta data, tive 4 ataques de pânico (transpiração excessiva, batimento cardíaco muito acelerado, pensamentos maus) e ando constantemente com ansiedade.. Como já não sabia o que fazer, fui a uma consulta de psicoterapia e aconselharam ir ao Psiquiatra, pois a medicação aliada à psicoterapia podia ajudar muito. OK, fez-me sentido. Foi-me receitado Sertralina, meio comprimido nos primeiros 6 dias e depois inteiro. O problema é que tive efeitos colaterais desde a primeira toma, hoje é a quarta toma e já senti batimento acelerado, uma queimação na boca e virilhas, suores, um pouco de tremor, e agora desequilíbrio. Fiquei assustada e liguei pó psiquiatra que me disse que era tudo normal, para eu insistir na medicação e para a semana falávamos novamente.. Mas estou com medo desta medicação... Acham melhor procurar outro psiquiatra, ajudava?

    Não deve desistir do tratamento proposto pelo seu psiquiatra. De facto é normal que se sinta mais ansiosa nos primeiros dias ou durante uma ou duas semanas na medida em que, nesse período de tempo inicial, a Sertralina ainda não teve tempo de produzir um efeito benéfico. Além disso, o seu receio e ansiedade acrescida de tomar um medicamento novo e que este lhe faça mal pode ser interpretado aos seus olhos como um agravamento da sua ansiedade quando o que acontece é que está a canalizar a sua ansiedade para a toma do novo medicamento. Isto faz com que habitualmente muitos paciente suspendam o tratamento convencidos de que foram mal medicados ou que o medicamento está a produzir efeitos adversos, quando os sintomas que você enumera são sintomas físicos causados pela própria ansiedade e não pelo medicamento. Dê o benefício da dúvida ao seu médico e ao medicamento e peça-lhe para lhe prescrever um medicamento para fazer em SOS quando se sentir muito aflita. Vai ver quem em 20-30 dias verá o seu esforço recompensado.
    Seria utilíssimo iniciar uma psicoterapia como tratamento imprescindível e complementar to tratamento médico.

    Dr. João Parente

  • Pergunta sobre Alcoolismo

    A minha esposa bebe demasiado ate perder sentidos e caidas desamparada, o que posso fazer?

    De facto, existe tratamento MAS é absolutamente imprescindível que a sua esposa QUEIRA E ACEITE tratar-se.
    Talvez fosse importante você ir a uma consulta para APRENDER VOCÊ MESMO a lidar com este problema.
    Este problema é tão grave que a tendência inicial é subestimar o problema, o que faz com que ele se agrave.
    Além disso ser-lhe-ia útil a si frequentar desde já as FAMÍLIAS ANÓNIMAS, um grupo de auto-ajuda formado exclusivamente de familiares de pacientes com Alcoolismo, que se reúnem para aprender a lidar com familiares com esta doença aditiva e para proporcionarem apoio mútuo.

    Dr. João Parente

Todos os conteúdos publicados no Doctoralia.com.pt, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

• Especialização em Psiquiatria no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital S. Francisco Xavier (1997 – 2002) • Grau de Consultor de Ps...

Mostrar a descrição completa


Escolas

  • Dr. João Parente, Faculdade de Medicina de Lisboa, 1986
  • Especialidade de Psiquiatria, Hosp. S. Francisco Xavier, 2002
  • Psicoterapeuta, Ass. Port. Terapias Comportamental e Cognitiva, 2002
Veja mais

Especializações

  • Psicoterapia

Competências linguísticas

Português, Inglês, Espanhol