Tenho um namorado com TOC, diagnosticado e com tratamento durante 3 an...

A única forma de o poder ajudar será de fazer tudo que esteja ao seu alcance para convencê lo a voltar ao acompanhamento médico e psicológico. Só dessa forma voltará a ter melhorias. O Toc sendo uma psicopatologia terá sempre algumas sequelas ao nível comportamental. No entanto é fundamental que esses comportamentos e estados emocionais se compatibilizem com a sua vida pessoal e profissional. Um dos receios comuns dos pacientes que abandonam tratamentos a meio é a vergonha em voltar a consultar os mesmo profissionais de saúde pelo medo de ser julgado por isso. Pode usar como estrategia propor lhe outros profissionais de saúde diferentes do que o estavam a seguir anteriormente para quebrar esse eventual receio. Pode também numa primeira fase começar por um acompanhamentos psicológico de preferência com uma orientação cognitivo comportamental onde são obtidos bons resultados para esta psicopatologia. Posteriormente será mais fácil convencê lo a ter acompanhamento médico.

Procure aconselhá-lo a voltar aos tratamentos. Se estiver descontente com os profissionais anteriores poderá mudar de médico ou de psicólogo. Dada a gravidade dos sintomas parece-me que uma medicação psiquiátrica é indispensável

A melhor forma de o apoiar é convencê-lo a voltar a consultar um profissional. A Terapia Cognitiva-comportamental tem resultados muito positivos no tratamento destas sintomatologias. Tente convencê-lo sem pressões e com muita calma de modo que ele perceba que a sua vida está a ser afetada e que precisa de ajuda. O seu namorado tem de perceber que todos estes factores condicionam a sua vida e que nunca é tarde para voltar a tentar.

Uma sugestão que deixo é que apenas questione o seu namorado sobre o que ele pensa acerca da qualidade de vida que está a ter neste preciso momento?! E o que ele quer e pode fazer para reverter essa situação?!
O caminho existe a direção é uma escolha!
Encontro-me disponível para o ou vos ajudar!
Boa Sorte!

Ver as 5 perguntas sobre Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Transtorno Obsessivo-Compulsivo?

Nossos especialistas responderam 5 perguntas sobre Transtorno Obsessivo-Compulsivo.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.
Para um melhor serviço utilizamos cookies próprios e de terceiros. Ao continuar aceite nossa política de cookies. Mais info. X