Transtorno Da Personalidade Borderline - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtorno Da Personalidade Borderline

Os especialistas falam sobre a Transtorno Da Personalidade Borderline

A característica essencial do Transtorno de Personalidade Estado Limite (Borderline) é um padrão global de instabilidade nos relacionamentos interpessoais, na auto-imagem e nos afectos, bem como uma acentuada impulsividade que começa no início da idade adulta e está presente em vários contextos da vida da pessoa. Pessoas com Transtorno da Personalidade Borderline têm, geralmente, um medo intenso do abandono (real ou imaginado), e uma tendência para se auto-agredirem. O tratamento privilegiado para o Transtorno de Personalidade Borderline é a psicoterapia. A farmacoterapia deve utilizar-se como adjuvante das intervenções psicológicas.
Dr. José Armindo da Silva Armindo
Dr. José Armindo da Silva Armindo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Porto

Tem perguntas sobre Transtorno Da Personalidade Borderline?

Nossos especialistas responderam 12 perguntas sobre Transtorno Da Personalidade Borderline.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Os sinais que descrevem podem enquadrar-se em diferentes quadros diagnósticos, podendo estar presentes também na perturbação borderline. Sem dúvida beneficiaria de um treino de assertividade e controlo de impulsos, independentemente do diagnóstico.

  • 23
  • 44
  • 33
Dra. Catarina Lucas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Lisboa

Marcar consulta

A sua filha vive consigo? Se vive em sua casa, não se esqueça que as regras são suas e que tem que por alguns limites. Ela necessita de querer, isto é, de sentir necessidade de modificar alguns comportamentos, Necessita de ajuda psicológica, mas precisa de se comprometer com isso, ou seja, deve sentir que só tem a ganhar se mudar algumas coisas e que está na mão dela apoderar-se da sua própria vida e que o seu mau-estar não e culpa de todos os que a rodeiam, mesmo quando é, há possibilidades de tomar atitudes e agarrar um certo equilíbrio. A Psicoterapia pode ajudar nesse processo.

  • 34
  • 90
  • 16
Cristina Marreiros da Cunha

Psicóloga

Paço de Arcos

Bom dia. De acordo com a gravidade dos sintomas, um psiquiatra pode lhe socorrer com medicações, porém estas lhe ajudarão de forma imediata (principalmente em relação aos sintomas de impulsividade e descontrole de impulsos), mas não resolverão o seu problema. Atualmente muitas pessoas se autodiagnosticam através do Dr.Google e isso é um erro Grave, uma vez que não podemos dar um diagnóstico baseado em critérios universais, pois a sua história de vida é ESSENCIAL para uma avaliação Efetiva. Dessa forma, não hesite em buscar um profissional para lhe ajudar. A psicoterapia lhe dará a oportunidade da escuta de suas angústias, lhe auxiliará a elaborar suas queixas, que muitas vezes estão ligadas às experiências de vida até o presente, a autoconhecer-se, a fim de lhe proporcionar qualidade de vida. O psicólogo(a), que deve lhe trazer confiança, cuidado e respeito, fará uma avaliação e, se achar necessário, indicará tratamento combinado (psicoterapia+medicação).

  • 2
  • 2
  • 0
Laura Traub Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Porto

Marcar consulta

Na maioria dos casos a evolução acaba por ser favorável e ocorrer uma normalização da vida das pessoas que sofrem desse transtorno. Habitualmente o tratamento passa por apoio psiquiátrico e psicotetapia cognitivo-comportamental.

  • 10
  • 17
  • 34
Prof. Doutor Jorge Mota Pereira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo, Psiquiatra

Porto

Ver as 12 perguntas sobre Transtorno Da Personalidade Borderline

Para um melhor serviço utilizamos cookies próprios e de terceiros. Ao continuar aceite nossa política de cookies. Mais info. X