Vivo em estado depressivo há 30 anos. Sempre cansada e sem forças para...

Seria de extrema importância que começasse a fazer psicoterapia, pois é importante saber lidar com as suas emoções e pensamentos menos positivos. Depois é importante perceber como vivência as situações com que se depara e como as tenta resolver, como toma decisões e acima de tudo como são as pessoas com quem convive, pois todos nós somos seres em que a parte biológica, psicológica e social está presente dai ser importante trabalha-las todas. Lembre-se a medicação ajuda a aliviar alguns sintomas mas não resolve o problema pela raìz, pelo menos de a si uma oportunidade de experimentar e puder ter alguma qualidade de vida.

É de facto duro viver há 30 anos nessa situação. Mas provavelmente poderá viver mais 40 duma forma mais saudável... Seria de toda a conveniência fazer Psicoterapia, que tem mostrado os melhores resultados (nos casos mais graves acompanhada de medicação) em relação à Depressão mesmo Crónica ou Major.

Olá,
em primeiro lugar lamento pelo que está a passar há tantos anos.
Assim, admitindo que está a sofrer de Perturbação Depressiva, esta existe por vezes sob a forma persistente e muito resistente aos tratamentos por vezes, nos subtipos designados: Perturbação Depressiva Major Crónica e na Perturbação Distímica. Será portanto possível que esteja a sofrer de uma dessas formas.

Cumprimentos e melhoras

Serafim Carvalho

É corajoso e de uma persistência enorme perguntar, ao fim de 30 anos de sofrimento, se os tratamentos que tem feito são ou não eficazes. E também é de assinalar que nunca a tenham aconselhado ou tenha tentado Psicoterapia.

Viver uma grande parte da sua vida sem conseguir obter resultados é absolutamente inaceitável. Pelo que percebi sempre fez algum tipo de acompanhamento, o que parece é que esse não tem sido o acompanhamento mais eficaz para si. Notei que em todo o tratamento especifico não mencionou o acompanhamento em Psicoterapia, pelo que recomendo que procure um psicoterapeuta e com ele posssam encontrar uma solução para a sua qualidade de vida. No modelo relacional histórico existe uma abordagem que procura sempre o desenvolvimento de maior consciência e percepção do que possa estar a afetar de forma tão séria a sua vida e a falta de energia tão duradoura e incapacitante. No seu caso recomendo que não desista e que procure noutro tipo de acompanhamento uma outra opinião

Não refere se já passou por um processo psicoterapêntico. A par dos tratamentos farmacológicos é de extrema importância a psicoterapia focada nas emoções.

Ver as 12 perguntas sobre Transtorno Depressivo

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Transtorno Depressivo?

Nossos especialistas responderam 12 perguntas sobre Transtorno Depressivo.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.
Para um melhor serviço utilizamos cookies próprios e de terceiros. Ao continuar aceite nossa política de cookies. Mais info. X